terça-feira, 24 de julho de 2012

CERVEJA E CERVEJARIAS




Um dia destes, ao almoço e a conversar sobre vinhos, o meu pai virou-se com esta: «Ouvi dizer que os franceses também têm bons vinhos…» presumindo ele, claro, que não há vinho como o português. E até lhe dou alguma razão. De fato, Portugal tem bons vinhos, que rivalizam com os melhores do mundo. Já na cerveja não é bem assim: a cerveja portuguesa está longe de ser a melhor e acho mesmo que leva uma valente coça de cervejas como a belga, alemã e holandesa, só para dar alguns exemplos mais flagrantes. Mas para muito boa gente a cerveja portuguesa continua a ser a melhor do mundo e quem lhe tira a mini ou média da mão tira-lhe tudo. É assim mesmo. Nós gostamos daquilo que é nosso. Mas uma coisa é certa: na cerveja de pressão somos bons. Temos é de saber escolher o sítio ideal para a beber, ou seja, uma cervejaria. Numa boa cervejaria não se bebe cerveza en botella como diz o Mariachi no filme do Robert Rodriguez, bebem-se imperiais, finos, tulipas, antónios, faustinos, louras, ruivas, pretas, lambretas, canecas, finórios, bejecas, príncipes… tudo à pressão. E, meus amigos, em Leiria há quatro cervejarias que não ficam nada atrás das melhores de Lisboa, Porto e Baviera. Até arrisco a dizer que não há cerveja de pressão em Leiria como a do Manel da Quitéria…ou a melhor será no João Gordo?

Manel da Quitéria

Uma senhora casa esta. Excelente comida, boa gente, serviço impecável e uma cerveja do outro mundo. E para que não caia em fraqueza, o melhor é mandar vir umas iscas, uns rojões, um bife à cortador ou mesmo um bom robalo da nossa costa assado na brasa. Aqui tudo vai bem com a imperial, e o Miguel jamais o deixará com o copo vazio.

R. Dr. Correia Mateus, 50, Leiria. T: 244 832 132

João Gordo

A cervejaria João Gordo em 25 anos mudou muito e sempre para melhor. Agora é um misto de cervejaria – marisqueira – restaurante – taberna espanhola - tromba rija. Com uma das melhores cervejas de pressão da região, não podemos pensar em sair de lá sem comer um dos doze bifes disponíveis na ementa, a sapateira recheada, as mil e uma variedades de petiscos ou a já célebre paelha.

R. D. Carlos I, 29, Leiria. T: 244 881 483

O César

Haverá poucas combinações tão perfeitas como o marisco e a cerveja de pressão. E se o marisco for de primeira qualidade, como é o caso, então a cerveja tem de estar ao mesmo nível. Na marisqueira O César não se sabe bem o que é que está mais vivo: se o marisco se a imperial.

R. Miguel Torga, 171, Leiria. T: 244 814 092

O Armando

Bom local para atacar um prato de camarão fora de horas com umas imperiais bem geladas a acompanhar e rematar com um prego. Se for dia de percebes das Berlengas, nem pense duas vezes: peça sem hesitar! É que estamos a falar do melhor que o mar tem para nos oferecer e nem sempre temos a sorte de encontrar bichos desta qualidade a preços (ainda) pouco extravagantes.

R. Vale Lobos, Bloco 5, r/c, Leiria. T: 244 836 153

(Texto publicado na rubrica SABOR do Jornal de Leiria no dia 21 de junho 2012)

Sem comentários:

Enviar um comentário