segunda-feira, 12 de setembro de 2011

11 DE SETEMBRO DE 2001 EM MIRAFLORES

Éramos uns cinco ou seis numa redacção em Miraflores, ainda a ligar os motores das máquinas depois do almoço, quando lá de dentro, o Nuno Lopes, especialista em informática e logo o funcionário com melhor acesso à internet nos conta, muito calmamente, que um avião acabara de cair em Nova Iorque. Refresh após refresh, percebe-se que a CNN estava a transmitir a tragédia em directo. Fomos a correr buscar uma televisão à outra sala. Assim que ligámos o aparelho vemos o segundo avião a espetar-se contra uma das torres! Aí a malta assusta-se a sério. Eu então meto a mão ao bolso e saco logo de um inderal e de dois lexotans (um para mim e outro para a Ana).

O mundo dos outros estava virado do avesso mas o meu não andava muito melhor.

Faz esta semana dez anos que dei entrada no Hospital de Santa Maria com uma coisa no coração chamada Episódio Agudo de Taquicardia Supraventricular - cena feia que ia dando cabo de mim.

Em Setembro, lembro-me sempre dos colegas da Magazine 24. E de Nova Iorque.

No hospital uma enfermeira dançava ao som desta canção:

3 comentários:

  1. Tenho a certeza que ficaste mais forte com a tua grande vitória. A malta de Monte Redondo é muito rija. Fica bem...escrevendo...!!!!

    ResponderEliminar
  2. Ai Johnito, lembro-me como se fosse hoje: os aviões de Nova Iorque na televisãozinha da magazine e a tua luta contra essa taquicardia aguda da treta... as voltas que o mundo e nós já demos nestes 10 anos. Mas cá estamos, eu, tu e Nova Iorque :)
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  3. "Dez anos é muito tempo!" Segue a vida em escrita fina :) e cá estarei para me juntar à boa conversa...

    ResponderEliminar