sexta-feira, 23 de setembro de 2011

NEVERMIND

Não há volta a dar, um gajo já não vai para novo. O Nevermind dos Nirvana faz 20 anos e, por acaso, só por acaso, lembro-me agora de o ter comprado numa discoteca chamada Scala situada no centro comercial D. Dinis, em Leiria. Percebo melhor agora porque é que a rapaziada mais nova me trata por senhor!

Com isto quero eu dizer que voltei a recordar o concerto dos Nirvana há uma pipa de anos em Cascais, acho que foi em Fevereiro de 1994. Foi um concerto extraordinário com a primeira parte a cargo dos Buzzcocks. Decidi procurar o bilhete desse concerto e encontrei todos os outros que consegui guardar até hoje.

O concerto dos Nirvana terá sido mesmo o melhor concerto que vi até hoje, mas o de Tricky está ali logo logo coladinho no topo de preferências. Depois há Stones, Bob Dylan, as pernas e espectáculo de Tina Turner, o Bowie, o Paul Simon, os dEUS, o mítico concerto dos Sonic Youth no Campo Pequeno, os Jesus, o Beck, o Nick Cave, os Fall em Almada, Sparks no CCB, etc, etc (como diria o Futre). E depois coloquei dois bilhetes de futebol: um por ter visto ao vivo o Maradona e o outro por ter percebido ainda muito cedo como é que as coisas na Luz funcionavam.

Alguns bilhetes míticos:






































1 comentário:

  1. Tratam e tratam muito bem. Como tratarias alguém com este rol de experiências musicais? Um SENHOR, pois tá claro!

    ResponderEliminar